sábado, 10 de dezembro de 2011

865- Carajás - emancipação para manter a desiguladade?

video

Empresas e grandes proprietários (egoístas como sempre) ganham fortunas enquanto o povo continua na miséria e a região sem investimento público. A criação de Carajás pode significar que estes grupos gananciosos e egoistas continuem no poder mantendo a radical desigualdade existente e o dinheiro só para eles, sem ter que divivir com as outras regiões do estado do Pará.

10/12/2011 - 06h00

Divisão do Pará cortará sete terras indígenas; entidade vê ameaça a povos

Guilherme Balza
Do UOL Notícias, em Marabá (PA)


  • Mapa do Pará com as terras indígenas Mapa do Pará com as terras indígenas
A possível divisão do Estado do Pará em três novas unidades cortaria pelo menos sete terras indígenas situadas na porção central do Estado. Tomando por base o mapa da Funai (Fundação Nacional do Índio), as divisas dos novos Estados passariam por cima das terras Kayapó, Menkragnoti, Apyterewa, Araweté, Trincheira Bacajá, Koatinemo e Ituna-Itatá.
Segundo Marcos Antonio Reis, 35, coordenador do Conselho Indigenista Missionário (Cimi) no Pará e Amapá, na região de Carajás todos os povos indígenas são favoráveis à divisão, exceto os Akarãtika-Tejê, conhecidos como Gavião da Montanha. A etnia divide a reserva Mãe Maria, em Bom Jesus do Tocantins, com outros dois povos, o Gavião Kyikatejê e o Gavião Paraketejê.

Foto 98 de 108 - Belém - Ponto de embarque e desembarque de pescadores na baía de Guajará; local está tomado por lixo e urubus Mais Carlos Madeiro/UOL
“Os Akarãtika-Tejê perderam todas as suas terras por conta da Hidrelétrica de Tucuruí na década de 70. Atualmente, travam uma luta política contra a Eletronorte para que não seja construída a hidrelétrica de Marabá e são contra a duplicação da ferrovia da Vale (Estrada de Ferro Carajás), que corta a reserva delas. Eles acham que a divisão obecede a interesses de mineradoras e políticos aliados delas e, por isso, são contra”, diz Reis.
Você é a favor da divisão do Pará?

  • Não, sou contra qualquer divisão
    53.71%
  • Sim, sou a favor da criação dos dois Estados
    39.01%
  • Sou a favor da criação apenas de Tapajós
    3.23%
  • Não sei/indiferente
    2.62%
  • Sou a favor da criação apenas de Carajás
    1.42%
Total de votos: 21.349
Caso a divisão ocorra, o Estado do Carajás terá 36,4% do território ocupado por terras indígenas e áreas de proteção ambiental. Em Tapajós, o percentual sobe para 73,5%. Na avaliação do Cimi, a divisão do Pará incentivaria os produtores rurais e mineradoras a avançar sobre estas áreas, além de dificultar a demarcação de novas terras. Há, na região de Carajás, pelo menos 15 processos envolvendo a demarcação de reservas.

Sabia que em 1709 o Brasil era dividido em apenas sete Estados?

Nenhum comentário:

Postar um comentário